segunda-feira, 6 de junho de 2011

Descrever seu jeito, entender seu jeito, por mais que eu te conheça tão bem, você ainda consegue me surpreender, e sempre da melhor forma possível. Seus olhos cada vez mais intensos, seu sorriso cada vez mais acolhedor, seus braços, mesmo pequenos, sempre protetores. Seu jeito meigo e romântico, que ao mesmo tempo tem um gênio forte. Acho que você sempre foi o mais maduro de nós dois. Sempre cuidou de mim muitas vezes como um pai. Sempre foi o irmão que acoberta a irmã mais nova. Sempre foi tudo. Sempre foi perfeito. Você consegue se transformar em cada tipo de homem que pode existir, mas sempre de uma forma única. Você é inteligente e divertido, e não tem medo de mostrar que mesmo sendo o adulto, também sente medo, também precisa de colo. Você é tímido, ao mesmo tempo que me leva a loucura. Você é um sonho, e também um pesadelo. É independente e também dependente. Você é único. É perfeito, mesmo tendo defeitos, que pra mim eles não existem. Em você até as piores coisas se tornam as melhores. Com você, os momentos mais bobos, se tornam os mais maravilhosos. Obrigado por ter nascido. Obrigado por existir. Obrigado por ter entrado na minha vida. Obrigado por me aturar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário